Dor Lombar x Alterações Respiratórias, Gastrointestinais e Incontinência

Diante da grande dificuldade para a ciência inferir causalidade para a Dor Lombar Inespecífica, alguns estudos têm buscado verificar a possível relação da dor lombar com outras condições de saúde.

Dois grandes estudos longitudinais foram desenvolvidos por um grupo de pesquisadores com o objetivo de avaliar a relação da dor lombar com problemas respiratórios, incontinência e sintomas gastrointestinais.

Seguem abaixo alguns trechos dos próprios autores:

“Esse estudo fornece evidência de uma relação entre dor lombar, incontinência, problemas respiratórios e sintomas gastrointestinais. A presença de um dos sintomas está associada com o desenvolvimento de outro.”

“Mulheres jovens e de meia idade que desenvolveram sintomas gastrointestinais tiveram um risco aumentado para manifestar dor lombar e uma tendência semelhante esteve presente nas mulheres idosas”

“Nossos dados também indicam que as mulheres que desenvolvem incontinência urinária, dificuldades respiratórias, problemas gastrointestinais, dor menstrual, ou alergia (mulheres mais jovens) também são mais propensas a desenvolver dor lombar”

Consideramos esses achados científicos de grande importância para a prática dos profissionais do movimento e ressaltamos a relevância de aprofundar nossa avaliação, indagando sobre a saúde geral dos clientes, a fim de não deixar de fora da análise dos casos de dores musculoesqueléticas as possíveis influências somatoviscerais.

Ainda assim, lembramos que não é possível atribuir uma lógica de causalidade na interpretação desses estudos, devido ao desenho metodológico utilizado, sendo possível apenas interpretar sobre possíveis relações.

 

Conheça mais sobre as influências viscerais nas questões musculoesqueléticas nas próximas turmas do Curso Somatovisceral.

 

Referências

– Smith, Russel & Hodges, 2014.
– Smith, Russel & Hodges, 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *