Cadê pegada firme da nova geração?

Os Millennials estão sem pegada?

Bem, apesar do que você pode estar pensando, não estamos falando de disciplina: um estudo mostrou que a força do aperto de mão dos Millennials (pessoal que nasceu entre as décadas de 80 e início de 90) é consideravelmente menor que das gerações anteriores.

De acordo com a pesquisa publicada pelo Journal of Hand Therapy, o aperto de mão de homens com idade abaixo de 30 é cerca de 9 kg mais leve que a força exercida pelos homens da mesma faixa etária em 1985, quando o estudo começou a ser realizado. Já as mulheres estão com a aperto de mão 4 kg mais fraco.


“Sua mão tá parecendo um peixe morto, cara…”

Estudos como este podem contribuir para a hipótese de que estamos ficando mais fracos, provavelmente pela falta de demanda no dia-a-dia. Nossos corpos evoluíram para se adaptar a diferentes demandas, todavia não estão preparados para manter nossas capacidades quando nos expomos cronicamente à inatividade. Ficamos cada vez mais distantes biologicamente daquilo para o que a natureza nos moldou… As consequências? Pelo visto já estamos colhendo!

Quer saber mais sobre como o raciocínio evolucionário pode implementar sua prática clínica? Inscreva-se em nossos treinamentos!

Referência

Fain E, Weatherford C. Comparative study of millennials’ (age 20-34 years) grip and lateral pinch with the norms. J Hand Ther. 2016 Jan 11. pii: S0894-1130(15)00212-4. doi: 10.1016/j.jht.2015.12.006.

 PEGADA-01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *